Renamo: Antigos guerrilheiros pedem autorização para “curar” Venâncio Mondlane

Estes, lembram que cada membro está no partido por livre e espontânea vontade e quem não se sente bem a porta está aberta.

Os antigos guerrilheiros da Renamo, solicitaram hoje em Maputo, a autorização do Conselho Nacional e da direção máxima do partido, a responsabilidade para curarem aqueles que andam pelas televisões e redes sociais a difamar a liderança do partido. Esta é uma clara indireta a Venâncio Mondlane.

“Essas pessoas usam o nome da Renamo, confundindo a opinião pública com propagandas contra a liderança. Nós temos soluções, temos remédio para curar esses comportamentos, apenas esperamos pela autorização”, expressaram nestes termos os antigos guerrilheiros, através do seu presidente, na abertura da VI sessão ordinária do Conselho Nacional da Renamo.

Acrescentaram que estão a acompanhar atentamente os pronunciamentos de um membro que escandaliza, envergonha e desmoraliza a luta pela democracia. “Pelo que consideramos que este ato que afronta o sangue derramado por muito dos nossos irmãos durante a luta dos 16 anos e da revolução, deve acabar”.

Os guerrilheiros apelam para a observância da disciplina interna e convidam a todos os membros e simpatizantes a pautar por uma boa conduta, respeito mútuo para o crescimento do partido.

Ao mesmo tempo, os antigos guerrilheiros solicitam a este conselho e ao Conselho Jurisdicional que analise esses comportamentos pois, independentemente das ambições de cada um, o respeito pelos órgãos do partido deve continuar a ser um dever de todos os membros.

“Nós condenamos o pronunciamento injurioso deste membro, contra os combatentes da Renamo, que chegou a apelidar-lhe de ‘simples camponeses coitados’, lamentam.

Acrescentam que “esta Renamo da qual ele está filiado, existe graças a nós, pelo que queremos advertir que pare com as suas brincadeiras, pois, connosco não se deve brincar”.

 

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?