Adriano Novunga é novo presidente da rede de direitos humanos da África Austral

O activista social e Director do Centro para Democracia e Desenvolvimento (CDD), professor Adriano Nuvunga, foi eleito na tarde de hoje, em Joanesburgo,  na África do Sul, Presidente da Southern Defenders, Rede de Defensores de Direitos Humano da África Austral.

Nuvunga substitui ao cargo o Zimbábue ano Arnold Tsunga. A informação é avançada via página do LinkedIn do  CDD através de um comunicado.

Adriano Nuvunga é um activista moçambicano e docente universitário. Actualmente ensina ciências políticas e governação no Departamento de Ciências Políticas e Administração Pública da Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Mondlane Mondlane em Maputo, Moçambique.

Adriano Alfredo Nuvunga é o Director do Centro para Democracia e Desenvolvimento (CDD), uma organização para a Democracia, Governação e Direitos Humanos em Moçambique. Preside ao Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO), uma plataforma de coligações e organizações focadas na gestão do orçamento e finanças públicas. Presidente da recém criada Rede de Defensores dos Direitos Humanos Moçambique, é também membro da Direcção da Rede de Defensores dos Direitos Humanos da África Austral (SAHRDN

Adriano Nuvunga é membro do Conselho do Centro Africano para a Política Energética (ACEP) com sede em Acra, no Gana. Além disso, é membro do INCLUDE, a Plataforma de Conhecimento sobre Políticas de Desenvolvimento Inclusivo do Ministério dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos.

Até maio de 2018, o Prof. Nuvunga liderou o Centro de Integridade Pública (CIP) a conceituada organização da sociedade civil anticorrupção em Moçambique

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?