Desafio virtual coloca um menino britânico à beira da morte

Archie Battersbee está em coma desde o dia 7 de abril, após a sua mãe o ter encontrado inconsciente com uma ligadura na cabeça, na sua casa em Southend, no Essex, possivelmente devido a um desafio viral nas redes sociais.

 Entretanto, estava previsto que as máquinas que mantêm o menino vivo fossem desligadas esta terça-feira, às 12h. Contudo, minutos antes chegou a notícia de que o tribunal britânico aceitou mais um recurso dos pais de Archie Battersbee.

A história de Archie Battersbee, menino britânico em coma há vários meses, pode chegar esta terça-feira ao fim.

Após três meses em coma, o Supremo Tribunal britânico decretou, em junho, que Archie Battersbee, de 12 anos, estava “clinicamente morto”, ordenando, por isso, que os tratamentos de suporte de vida da criança fossem terminados.

Hollie Dance e Paul Battersbee, pais do menor, contestaram a decisão, alegando que o coração do menino ainda bate e iniciaram uma batalha judicial para que a criança fosse mantida viva.

A última decisão deu razão aos médicos, decretando-se, assim, que as máquinas que mantêm Archie vivo serão desligadas hoje, dia 2 de agosto.

“Em pouco tempo, o seu sistema, os seus órgãos, e em último lugar, o seu coração vão parar”, considerou o juiz.

Peritos revelaram em tribunal, em junho, que Archie não demonstra atividade cerebral “digna de nota”. Já a mãe alega que “é a primeira vez que alguém é declarado ‘provavelmente morto’ com base numa ressonância magnética”.

“O seu coração ainda bate. Até que seja a vontade de Deus, não vou aceitar que partirá”, acrescentou na altura, assegurando que a família não desistirá.

Contudo, e depois de o advogado da família, Edward Devereux QC, ter pedido para que o menino continuasse a receber tratamento ao abrigo do direito internacional, o juiz considerou que as provas médicas indicam que o tratamento deve ser concluído.

Segundo o Metro britânico, as máquinas deverão ser desligadas ao início da tarde de hoje (02 de Junho).

× Como podemos ajudar?