FMF jura que não vai pagar nenhum valor aos jogadores dos Mambas

Enquanto o Secretário do Estado de Desporto, Gilberto Mendes considera que a Selecção Nacional não é um lugar para ganhar dinheiro, mas sim para exaltar o patriotismo, a Federação Moçambicana de Futebol (FMF), diz que não vai pagar nenhum valor aos jogadores dos Mambas, dos 400 mil dólares disponibilizados pela Confederação Africana de Futebol.

A FMF justifica que o regulamento da CAF não determina isso, dai que não há obrigatoriedade de se dividir o valor com os atletas.

Os jogadores exigiram à FMF o pagamento de 60 por cento dos 400 mil dólares, o equivalente a 25 milhões de Meticais pela qualificação, facto que foi prontamente recusado pelo organismo que superintende o futebol moçambicano.

Para Gilberto Mendes, a atitude dos jogadores dos Mambas pode ter um efeito multiplicador noutras federações, facto que não pode cair bem para o desporto moçambicano. Estes pronunciamentos foram feitos num encontro, havido esta segunda-feira, entre a FMF e o Secretário do Estado de Desporto.

Dos 40 mil Meticais previamente acordados, os jogadores elevaram a fasquia para 150 mil.

O vice-presidente para a Área de Administração e Finanças, Jorge Bambo, que chefiou a delegação que esteve na Argélia, entende que há muito barulho à volta da selecção, o que, para ele, não faz sentido. Diz ainda que, quando se foi ao CHAN, não havia nenhum anúncio de prémio. Ou seja, a FMF só tomou conhecimento de que a CAF iria alocar um valor às federações durante a competição.

 

 

 

 

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?