Magistrado com comportamento inadequado vai ser investigado

Um magistrado da Província de Inhambane, que aparece num vídeo a demonstrar um comportamento inadequado, humilhando publicamente agentes da Polícia de Transito Municipal, levou a Procuradoria-Geral da República a imitir uma nota de esclarecimento.

A PGR informa ao público através de um comunicado de imprensa, que tomou conhecimento do sucedido através de um vídeo que circula nas redes sociais retratando um evento envolvendo um magistrado do Ministério Público e agentes da Polícia de Trânsito Municipal, na cidade de Inhambane, província do mesmo nome, onde está afecto.

No mesmo comunicado de imprensa, o Ministério Público diz que dada a gravidade do assunto e o impacto que possa ter para o funcionamento harmonioso das instituições, já produziu uma informação sobre os factos e enviado pelos canais apropriados, àquele órgão de gestão e disciplina dos magistrados oficiais de justiça e assistentes de oficiais de Justiça, para se apurar a sua veracidade e devidos procedimentos.

A PGR reitera no mesmo comunicado que continuará a pautar pelo cumprimento das suas atribuições constitucionais e legais em coordenação com os demais órgãos do Sistema de Administração da Justiça.

O magistrado aparece no vídeo a ser abordado pelos agentes da PT e no lugar de atender os mesmos com educação, segundo a sua função de garante da legalidade, mostra arrogância, desrespeito e total humilhação.

 

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?