Ossufo Momade está fora do mandato e irmão de Dhlakama quer candidatar-se à liderança da Renamo  

Depois de Venâncio Mondlane, cabeça-de-lista da Renamo nas últimas Eleições Autárquicas na cidade de Maputo, anunciar que se vai candidatar à presidência da Renamo, o maior partido da oposição, quem também pretende desafiar Ossufo Momade é o irmão mais novo de Afonso Dhlakama, Elias Dhlakama, deputado da Assembleia da República.

De recordar que Billal Sulay, um dos filhos do líder histórico Afonso Dhlakama, falecido em 2018, apoia abertamente a candidatura de Venâncio Mondlane e disse, “sangue novo” é chamado a juntar-se no resgate da verdadeira Renamo.  A Renamo necessita da juventude porque ela é a força”.

Em entrevista a DW, Elias Dhlakama, uma figura pouco conhecida na esfera pública, diz ter apoio dos seus correligionários e não teme disputa interna com figuras “mediáticas”, como Ossufo Momade e Venâncio Mondlane.

Também fala dos seus planos para “ressuscitar” a Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), caso seja eleito. Elias Dhlakama assegura que tem o contacto das bases, “tenho o apoio das bases da RENAMO e dos membros séniores do partido”.

O irmão de Afonso DhlaKama explicou que não teme figuras como Venâncio Mondlane porque não é um cidadão comum que vai votar no congresso da RENAMO, que será convidado no Conselho Nacional do partido, mas são membros séniores. “E eu sou um membro sénior da RENAMO. Talvez dissesse que eu tenho poucos adversários diretos, porque eu conheço bem o partido”, rematou.

Ossufo Momade está fora do mandato desde hoje. Membros e simpatizantes do maior partido da oposição guardam com maior expetativa a marcação da data para eleger o novo líder e futuro candidato às presidenciais de outubro próximo.

O porta-voz da Renamo, José Manteigas disse semana passada que o fim de mandato de Ossufo Momade, não deve ser motivo de preocupação dos membros daquele partido. Disse ainda que o partido rejeita qualquer pressão para que os seus órgãos se reúnam, urgentemente.

 O atual presidente da Renamo Ossufo Momade é dado como candidato a sua própria sucessão na liderança do partido e corrida as eleições gerais deste ano.

 

 

 

 

× Como podemos ajudar?