Prevê-se vacinar dois mil profissionais de comunição social

Iniciou ontem (segunda-feira), a vacinação de Jornalistas contra a Covid-19 e prevê-se que cerca de dois mil profissionais de comunicação social a nível nacional seja abrangidos. Deste universo mais 700 são jornalistas afectos a 63 órgãos de comunicação social.

Segundo fontes oficiais, os jornalistas já faziam parte da lista dos seleccionados para esta fase da vacinação com a Covishield que deve ser tomada em duas doses, mas a prioridade foi dada aos mais vulneráveis.

Os jornalistas da cidade de Maputo deverão nos dias marcados, entre às 8 horas a 14 horas, deslocarem-se aos centros de saúde de Malhangalene, Xipamanine, 1º de Maio, 1 de Junho, Bagamoyo, Katembe e Inhaka, para a imunização.

A II fase de vacinação que decorre desde o dia 19 de Abril deveria ter terminado no dia 1 de Maio e espera-se imunizar 216.771 pessoas entre as quais diabéticos com mais de 18 anos de idade que não foram imunizados na primeira fase, estudantes finalistas de cursos de saúde, pacientes com insuficiência renal, cardíaca e respiratória crónica.

Consta também, professores do ensino primário, pessoas vivendo em centros de acomodação com mais de 50 anos, reclusos e funcionários dos serviços penitenciários, assim como o pessoal da Polícia.

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?