Cimeira França -África: 100 mil milhões de dólares para África

A Cimeira França-África, que decorreu esta terça-feira, 18 de Maio, terminou com um plano para ajudar o continente africano a ultrapassar os efeitos económicos deixados pela pandemia da Covid-19.

A Cimeira França-África reuniu em Paris, esta terça-feira, mais de 20 líderes africanos, chefes de Estado europeus, o Fundo Monetário Internacional e a União Africana.

O objetivo, explicou, no final do evento, o Presidente francês Emmanuel Macron passa por conseguir que as nações ricas aloquem aos países africanos 100 mil milhões de dólares, 81 mil milhões de euros, em Direitos Especiais de Saque do FMI até outubro.

“A França está pronta para fazer isso”, garante Macron e assegura ainda que “Portugal e vários outros países que aqui estiveram presentes também estão. Assim, o nosso trabalho nas próximas semanas será o de convencer outros países a fazerem o mesmo esforço que a França, começando, naturalmente, pelos Estados Unidos da América”.

Na mesma ocasião, o Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou que vai emitir este ano 33 mil milhões de dólares para o continente africano em Direitos Especiais de Saque, um instrumento de divisas utilizado para ajudar a financiar importações.

Fonte DW

× Como podemos ajudar?