Sofala: Mais de 3500 trabalhadores no desemprego

Mais de 150 empresas suspenderam as suas actividades na província de Sofala, desde Maio do ano passado, na sequência da crise provocada pela covid-19.

Segundo o secretário para a Administração e Finanças na OTM- Central Sindical, em Sofala, Bento Cotine, como consequência, mais de 3.500 trabalhadores caíram no desemprego.

“Os trabalhadores estão em casa sem salários e sem saber quando é que irão ter os seus salários, mesmo as respectivas indeminizações. Então isto para nós é uma preocupação. O caminho para podermos minimizar isso, parte do princípio de que tem que haver apoio para o sector privado”, disse.

Bento Cotine classificou de dramático o impacto do novo coronavírus nas empresas. (RM)

 

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?