Raul Domingos já iniciou as suas funções junto da Santa Sé

O moçambicano Raul Manuel Domingos foi recebido em audiência na manhã desta segunda-feira, pelo Papa Francisco, no Palácio Apostólico do Vaticano, Itália, por ocasião da apresentação das suas Cartas Credenciais, na qualidade de embaixador de Moçambique junto da Santa Sé.

Nomeado embaixador em Julho de 2022, pelo Presidente da República Filipe Nyusi, Raul Domingos é o primeiro político da oposição moçambicana a ser nomeado embaixador e o primeiro Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Moçambique junto da Santa Sé.

Raul Domingos diz sentir-se lisonjeado por representar Moçambique na Santa Sé e acredita que a sua indicação se enquadra na inclusão política, compromisso assumido por Filipe Nyusi, na tomada de posse para o seu primeiro mandato como Presidente da República, em Janeiro de 2015.

Raul Domingos assegura que vai ao Vaticano com o compromisso de representar o país e nunca os interesses do seu partido- Paz, Democracia e Desenvolvimento (PDD). “A posição de Embaixador, é uma posição de representação do Estado e não de Partido, e o Estado moçambicano, obrigatoriamente, deve ter aquilo que é o interesse nacional, e ao representar o Estado junto do Vaticano, vou defender aquilo que é o interesse nacional”, sublinhou.

Perfil de Raul Domingos

Raúl Manuel Domingos nasceu em Mutarara, a sudeste da província de Tete, centro de Moçambique, a 14 de Outubro de 1957. Estudou na Escola Industrial e Comercial “Frei de Andrade” na Beira (1973) e continuou a sua formação técnica na Escola de Aprendizagem dos Caminhos de Ferro de Moçambique – CFM, na Beira (1975) e estudou Ciência Política na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo (2013).

Casado, pai e avô, o novo embaixador ocupou os seguintes cargos: Designer de Máquinas no CFM – Caminhos de Ferro de Moçambique (1975-1977); Chefe do Departamento de Projectos e Manutenção Portuária no CFM (1977-1980); Membro do Partido da Resistência Nacional Moçambicana – RENAMO (1980); Secretário Privado do Presidente da RENAMO (1980-1981); Coordenador do Estado Maior da República da África do Sul (1982-1984); Chefe do Estado Maior da Renato da Zona Sul – Província de Maputo (1984-1987); Chefe do Estado Maior – Maringué (1987-1989); Enviado Especial da RENAMO para o encontro com o clero moçambicano no Quénia (1989); Enviado Especial da RENAMO para contactar o Vaticano, o Governo italiano e a Comunidade de Sant’Egidio para acolher as negociações de paz (1990); Chefe da Delegação da RENAMO para as negociações do Acordo de Paz (1990-1992); Chefe da delegação da RENAMO no Comité de Supervisão e Acompanhamento da Operação das Nações Unidas em Moçambique (ONUMOZ); Membro da Assembleia da República (1994- 2003); Fundador e Presidente do Partido para a Paz Democracia e Desenvolvimento -PDD (2003); Candidato a Presidente da República (2004); Membro do Conselho de Estado (2021).

Joana Macie

www.zebrando.co.mz

English EN Portuguese PT
× Como podemos ajudar?